As Vinhas

Das vinhas mais altas de Portugal.
As vinhas da Quinta do Cardo estendem-se em suavíssimas pendentes num planalto regular a uma altitude média de 750 metros, na imediação da Serra da Marofa, com 977 metros de altitude. Recebendo luz solar todo o dia crescem numa terra forte, em personalidade, clima e beleza.
Têm entre 25 e 90 anos e dos 180 hectares que perfazem a área total da quinta, 79 são de vinha certificada em modo de produção biológica, DOP Beira Interior, enquanto que a restante área acolhe sobreiros, floresta espontânea e quatro reservas naturais de água, um ecossistema equilibrado e auto suficiente.
Vinhas
A diversidade de castas nas vinhas da Quinta do Cardo é expressiva, sendo grande parte delas autóctones.
Nas brancas destacam-se a Síria, a Fonte Cal, a Malvasia Fina e o Arinto, enquanto nas tintas predominam as variedades Rufete, Bastardo, Touriga Nacional, Tinta Roriz e Trincadeira.
A altitude, e como consequência o frio, faz com que o abrolhamento das vinhas seja tardio, acontecendo numa altura do ano em que a temperatura é já mais elevada e a humidade mais baixa. Torna ainda as noites muito mais frescas, o que ajuda a preservar a acidez das uvas, sendo por isso que os nossos vinhos têm tensão e frescura, mas também um expressivo potencial de evolução no tempo. Nestas condições o risco de doenças na vinha é menor, favorecendo o modo de produção biológico.
Vinha do Lomedo
A Vinha do Lomedo é a mais longeva da Quinta do Cardo, com 53 anos. Esta parcela ocupa 10 hectares e fica a 730m de altitude, com orientação SE-NO. Tem uma baixa densidade de plantação, com entrelinha de mais de 2,60 e 1,3m na linha, pensada de raiz para a mecanização. Foi convertida para viticultura biológica em 2009. A entrelinha é mobilizada de dois em dois anos, alternadamente, e a linha é mobilizada com inter-cepas todos os anos, para controlo de infestantes. Durante a primavera é promovido o coberto vegetal natural.

Composta de 95% Síria, com algumas cepas de Fonte Cal, ambas autóctones, Arinto e Moscatel Galego, tem um grande valor patrimonial para a Quinta do Cardo e para a Beira Interior.

É exclusivamente a partir destas vinhas velhas que é elaborado o nosso  branco Vinha do Lomedo.
Vinha do Lomedo
Vinha do Pombal
Vinha do Pombal
A  Vinha do Pombal é uma das mais altas vinhas da Quinta do Cardo, estando a 750m de altitude. Tem uma orientação E-W e foi convertida para viticultura biológica em 2009. Ocupa uma parcela de 15 hectares com 25 anos de idade, com compasso muito apertado. A entrelinha é mobilizada de dois em dois anos, alternadamente, e a linha é mobilizada com inter-cepas todos os anos, para controlo de infestantes. Durante a primavera é promovido o coberto vegetal natural.

Composta de 100% Touriga Nacional, é a partir destas uvas que é elaborado o nosso tinto Vinha do Pombal.
Vinha do Castelo
A  Vinha do Castelo é também uma das mais altas da Quinta do Cardo, estando a 750m de altitude numa parcela de 15 hectares com 25 anos de idade, com orientação E-W, tem um compasso muito apertado.  Composta por 100% Tinta Roriz tem um compasso muito apertado. Esta parcela foi convertida para viticultura biológica em 2009. A entrelinha é mobilizada de dois em dois anos, alternadamente, e a linha é mobilizada com inter-cepas todos os anos, para controlo de infestantes. Durante a primavera é promovido o coberto vegetal natural.

Composta de 100% Tinta Roriz  é daqui que é elaborado o nosso tinto Vinha do Castelo, em edições especiais.
Vinha do Forno
Indisponível
Loja Online
Estamos a preparar a nossa loja online, a pensar em si!
Prometemos ser breves